Filipe Lima lidera empatado com galês Manley

Filipe Lima lidera empatado com galês Manley

O campeão nacional e o antigo vencedor de dois títulos do European Tour estão com 5 pancadas abaixo do par, depois de um dia ventoso que deixou ainda Pedro Figueiredo no 3.º lugar, a 1 pancada de distância.

Filipe Lima tornou-se hoje (Sábado) no primeiro português a partir para a última volta na liderança do Open de Portugal.

Neste 56.º Open de Portugal @ Morgado Golf Resort, de 200 mil euros em prémios monetários, o campeão nacional partilha o comando com o galês Stuart Manley, com 211 pancadas, 5 abaixo do Par.

Manley e Lima são dois veteranos não só do Challenge Tour mas sobretudo do European Tour, com títulos conquistados tanto na primeira como na segunda divisão europeia.

Essa experiência veio hoje ao de cima em condições de jogo complicadas, devido ao forte vento que se fez sentir em Portimão, exigindo muita paciência e, como referiram Lima e Pedro Figueiredo um shot muito especial, «o punch».

Não é por acaso que os dois melhores resultados do dia foram exatamente Manley com 68 pancadas, 4 abaixo do Par, e Lima com 69 (-3).

56.º Open de Portugal @ Morgado Golf Resort

Filipe Lima fotografado por Filipe Guerra

O português residente em França (que está a pensar em mudar-se para Azeitão) e o galês não serão os únicos candidatos ao título, uma vez que a sua liderança está presa por 1 única pancada.

No grupo de 3.º classificados, composto por sete jogadores, entre os quais o anterior líder, o espanhol Adri Arnaus, figura outro português, Pedro Figueiredo, que hoje teve uma boa terceira volta de 70 (-3) para ficar com um total de 212 (-4). Consistência impressionante de @Figgy” com voltas de 71, 71 e 70.

Dos restantes portugueses que passaram o cut, o amador Vítor Lopes aparece em 13.º com 214 (-2), depois de 71 (-1) hoje; enquanto João Carlota (73 hoje) e Tiago Cruz (72) surgem em 19.º com 215 (-1).

Afastados da luta pelo título só mesmo Tomás Silva em 64.º com 222 (+6) e Ricardo Santos em 223 (+7).

«O meu 3.º lugar (em 2005) foi o melhor resultado de um português no Open de Portugal. Espero que amanhã um português venha a melhorar esse recorde e se for eu ainda melhor, mas é claro que só posso dizer que vou tentar dar o meu melhor no último dia», disse Filipe Lima, de 36 anos.

Sobre a terceira volta de hoje frisou que «3 abaixo do Par com as condições de jogo de hoje é bom».

Em relação às hipóteses de tornar-se no primeiro campeão português do Open de Portugal avisou que «é sempre difícil ganhar um torneio seja do Challenge Tour, do Alps Tour, até o Campeonato Nacional. O que posso fazer é jogar o melhor possível porque posso fazer a melhor volta da minha vida e se alguém jogar melhor do que eu saio derrotado».

56.º Open de Portugal @ Morgado Golf Resort

Pedro Figueiredo fotografado por Filipe Guerra

Se Filipe Lima já conta com 4 títulos do Challenge Tour no seu palmarés, Pedro Figueiredo, dez anos mais novo, persegue o seu primeiro. «Há dois portugueses muito bem classificados para a última volta – disse “Figgy” – e eu estou contente com o meu jogo. Acho que a minha melhor classificação num torneio do Challenge Tour foi um 13.º lugar, portanto espero pelo menos um recorde pessoal e vou dar o meu melhor».

A quarta e penúltima volta do 56.º Open de Portugal @ Morgado Golf Resort inicia-se amanhã às 6h54, já só com saídas do buraco 1, e o último grupo arranca às 12h13. A cerimónia de entrega de prémios nunca deverá acontecer antes das 17h00.

Consulte aqui a Lista de Saídas para o Roud 4

Acompanhe aqui os resultados do 56.º Open de Portugal @ Morgado Golf Resort

HUGO RIBEIRO
GABINETE DE IMPRENSA DO OPEN DE PORTUGAL @ MORGADO GOLF RESORT