Quando a vela vai ao golfe

Quando a vela vai ao golfe

O Open de Portugal @ Morgado Golf Resort recebeu hoje a visita de quatro velejadores profissionais que participam na prestigiada regata Clipper Round the World Yacht Race, entre eles o espanhol Jeronimo Gonzalez e o inglês Ryan Barnes, skipper e co-skipper do veleiro vencedor (o Punta del Este) da etapa inaugural – entre Londres e Portimão – desta corrida náutica em redor do globo.

Portimão é Cidade Europeia do Desporto para 2019 e ambos os eventos fazem parte do respectivo calendário. Foi nesse âmbito que Gonzalez, Barnes e ainda Lindsey Barnes e Dan Jones, aproveitando a escala de quatro dias da regata em Portimão, se deslocaram até ao Morgado Golf Resort para um intercâmbio entre as duas modalidades desportivas.

Os velejadores conheceram o campo, estiveram na zona VIP e desfrutaram de uma clínica de golfe com os profissionais de golfe alemães Dominic Foos e Jonas Kölbing.

Agora espera-se que alguns dos jogadores profissionais em competição no Open de Portugal retribuam a visita com uma deslocação  no fim-de-semana à Marina de Portimão para conheceram as embarcações clipper 70 de 21 metros a bordo das quais mais de 700 pessoas de 44 países participam na 12.ª edição da Clipper Race.

Acho que foi uma iniciativa óptima, até pelas ligações históricas entre o golfe e a vela. É bom para o golfe, porque ajuda a promover a nossa modalidade junto de outra que tem um público muito alargado, e é bom para a vela, que acrescenta valor à sua comunicação”, considerou o presidente da FPG, Miguel Franco de Sousa.

Presente esteve também a directora-geral da Marina de Vilamoura, Marina Leal Correia, que afirmou: “É fantástico que dois eventos tão importantes coincidam no tempo e em Portimão. Este cruzamento de vela e golfe é sempre algo que nos emociona, porque os velejadores são altamente permeáveis ao golfe e vice-versa.

GolfTattoo \ Open de Portugal